Cranialização do seio frontal (2)

Ir em baixo

Cranialização do seio frontal (2) Empty Cranialização do seio frontal (2)

Mensagem por amaral bernardo em Ter 22 Jan 2019, 08:02

"Este é um problema complicado, tanto do ponto de vista de tratamento cirúrgico, bem como da sua codificação!
 Envio o meu modesto contributo, que espero possa servir.
 
Faria uma resenha do substrato teórico subjacente ao procedimento alicerçando-me por exemplo na referência bibliográfica citada abaixo:
 
Laryngoscope. 2006 Sep;116(9):1585-8.
Frontal sinus cranialization using the pericranial flap: an added layer of protection.
Donath A(1), Sindwani R.
 
«Extensive fractures involving the anterior and posterior tables of the frontal sinus are treated by frontal sinus cranialization. During this procedure, the disrupted posterior wall of the frontal sinus is removed, the sinus mucosa is drilled away, and the brain and dura are permitted to rest against the repaired anterior wall and sinus floor. 
Conventionally, the area originally occupied by the frontal sinus is left as dead space or filled with free adipose tissue. 
The pericranial flap is easily harvested and versatile. Using this vascularized tissue during cranialization affords added protection by providing an extra barrier between the intracranial cavity and the frontal bone and sinonasal tract.»
 
Há naturalmente variantes técnicas e opções cirúrgicas, e o enunciado que fornece é ligeiramente diferente do descrito atrás e mais comum à nossa prática. Pelo relato cirúrgico estamos provavelmente perante uma situação de um traumatizado de crânio em que houve necessidade de obliterar o seio frontal, provavelmente por perda prévia de líquor ou para reduzir o risco de futura meningite, e ainda reconstruir osso frontal perdido.
 
Ocluiu-se o seio frontal com osso.
Suprajacente a esta oclusão colocou-se flap de pericrânio - folheto profundo de gálea - barreira biológica vascularizada e pediculada, e por isso mais duradoura, obtida a partir do retalho bicoronal habitualmente feito para a abordagem.
Colheita de osso parietal.
Fixação deste retalho ósseo com microplacas na zona frontal.
 
Proporia:
para a oclusão com osso do seio frontal:
09QS0ZZ Repair Right Frontal Sinus, Open Approach
à falta de melhor (não encontro oclusão, o que me pareceria mais indicado, ou suplementação do seio frontal e não usaria resection)
 
para o "flap de pericrânio":
0JX00ZZ        Transfer Scalp Subcutaneous Tissue and Fascia, Open Approach
 
para a colheita de osso parietal:
0NB30ZZ Excision of Right Parietal Bone, Open Approach
 
para a "aplicação óssea frontal"
0NR107Z       Replacement of Frontal Bone with Autologous Tissue Substitute, Open Approach
ou
0NU107Z       Supplement Frontal Bone with Autologous Tissue Substitute, Open Approach
 
e para a sua fixação
0NH104Z       Insertion of Internal Fixation Device into Frontal Bone, Open Approach
 
 
Lino Mascarenhas"

(Responde Fernando Lopes)
 
 
Aqui está um excelente contributo que todos os colegas, dentro da sua área de expertise poderiam fornecer e, desse modo enriquecer o nosso entendimento e utilização da ICD-10-PCS.
Comentários:
- a seleção de Repair para a codificação da oclusão do seio frontal, é justificada (Used only when the method to accomplish the repair is not one of the other root operation);
- a aplicação óssea frontal talvez fique melhor enquadrada em Replacement uma vez que se destinava a 'reconstruir osso frontal perdido'.
- a fixação subsequente à aplicação óssea frontal deve estar incluída na codificação da aplicação (Supplement ou Replacement), uma vez que 'colocar' um osso num determinado local implica imobilizá-lo.
 
-------------------------------------------------------------
 
Olá
 
"Doente submetido a cranialização do seio frontal, obliteração dos canais nasofrontais com osso e retalho de pericrânio, cranioplastia da parede anterior do seio frontal com osteossíntese e enxerto de calote de osso parietal. 
 Codifiquei deste modo: 09TS0ZZ,  09TT0ZZ,  0JX00ZZ,  0NS104Z,  0NQ10ZZ,  0NU10ZZ,  0NB30ZZ
 Estará errado?"
 
Tradução dos códigos utilizados:
- 09TS0ZZ Resection of Right Frontal Sinus, Open Approach
- 09TT0ZZ Resection of Left Frontal Sinus, Open Approach
- 0JX00ZZ Transfer Scalp Subcutaneous Tissue and Fascia, Open Approach
- 0NS104Z Reposition Frontal Bone with Internal Fixation Device, Open Approach
- 0NQ10ZZ Repair Frontal Bone, Open Approach
- 0NU10ZZ Supplement Frontal Bone with ... - não existe com Z; 
                   se se refere à suplementação do osso frontal com osso parietal deveria ser com 7 Autologous Tissue Substitute;
- 0NB30ZZ Excision of Right Parietal Bone, Open Approach
 
A codificação de ressecção dos seios frontais direito e esquerdo implica que o relato operatório descreva uma exérese completa do seio frontal à direita e à esquerda.
O código da transferência de fáscia do couro cabeludo refere-se ao retalho de pericrânio.
A codificação da cranioplastia frontal com osso parietal está enquadrada em Supplement.
O código da excisão de osso parietal refere-se à colheita para a cranioplastia.
 
Parece fazer sentido mas são muitos códigos para o tipo de codificação habitual da ICD-10-PCS.
No entanto não estou a ver nenhuma root operation que codifique globalmente a cranialização do seio frontal.
Seria bom que alguém desta área da neurocirurgia também se pronunciasse.
A indicação do objetivo da cranialização também ajudaria...

 
 
Fernando Lopes
amaral bernardo
amaral bernardo

Mensagens : 229
Data de inscrição : 19/12/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum